Dida Sampaio|Estadão
Dida Sampaio|Estadão

Rússia suspende importações de dois frigoríficos da Carne Fraca

País havia apenas pedido informações sobre a operação da PF; ministro da Agricultura diz que decisão 'não tem novidade'

Camila Turtelli, Gustavo Porto, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2017 | 14h13

O Serviço Federal de Vigilância Veterinária e Fitossanitária da Rússia informou, por meio de nota publicada em seu site, que suspendeu a importação de duas unidades produtoras de carnes do Brasil, investigadas na Operação Carne Fraca da Polícia Federal. Anteriormente, a Rússia havia pedido apenas mais informações sobre as plantas específicas que exportam para o país.

Foram suspensas as compras da unidade de aves da BRF em Mineiros (GO) e outra de carne bovina da JJZ Alimentos em Goianira (GO). 

 

 

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, disse ao Broadcast, sistema de informações em tempo real do Grupo Estado, que a decisão "não tem novidades". Segundo ele, o comunicado apenas ratifica a postura do governo brasileiro de embargar e suspender as exportações dessas de outras 19 unidades investigadas no caso.

"Nós fizemos um autoembargo dos 21 frigoríficos preventivamente, então aí não tem aí não tem nada de novo", relatou Blairo. Além disso, de acordo o ministro, o governo russo e de outros países clientes externos da carne brasileira já têm a lista dos estabelecimentos investigados pela Operação Carne Fraca. 

Procurada, a BRF informou que ainda não foi notificada por meio do governo brasileiro desta suspensão - que é o trâmite normal nestes casos -, mas está ciente da suspensão por meio do site do governo russo. /COM CRISTIAN FAVARO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.