Rússia vetou dez frigoríficos

Em outubro do ano passado, o Serviço de Inspeção Agrícola e Criação de Gado (SIAG) da Rússia proibiu dez frigoríficos brasileiros de fornecer seus produtos para o mercado da União Aduaneira (UA), formada por Rússia, Bielorrússia e Casaquistão. O veto atingiu o fornecimento de carne bovina e suína de seis frigoríficos da JBS, dois da Minerva, um da Marfrig e um da Pamplona.

O Estado de S.Paulo

11 de junho de 2014 | 02h05

Após inspeção em 18 empresas, foram constatados "descumprimentos generalizados e alguns particulares" das normas sanitárias da UA na maioria delas, afirmou a Siag, incluindo a presença de ractopamina na carne de porco.

"Se durante futuras inspeções constatarmos que os serviços veterinários do Brasil são uma mera formalidade para a inclusão de novas empresas exportadoras, restringiremos a carne de porco procedente de todo o país", disse à época Sergei Dankvert, chefe do Siag.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.