coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

SAC cobra acordo para destravar aeroporto de Vitória

O ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wellington Moreira Franco, cobrou nesta segunda-feira, 31, um acordo entre a Camargo Corrêa e a Empresa Brasileira de Infraestrutura Agropecuária (Infraero) para destravar as obras do aeroporto de Vitória (ES), paralisadas desde 2008. A ampliação do aeródromo foi embargada há seis anos e só poderá continuar com o aval do Tribunal de Contas da União (TCU), que identificou sobrepreço nos trabalhos já realizados.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

31 de março de 2014 | 19h16

A retomada das obras, no entanto, depende de um consenso entre a Infraero e a Camargo Corrêa a respeito da metodologia utilizada na formação dos preços de materiais de acabamento do aeroporto, cuja modernização deveria ficar pronta em 2015. Em reunião realizada nesta segunda, Moreira Franco obteve a promessa da construtora de que o imbróglio com a Infraero será resolvido o mais breve possível, para que toda a documentação possa ser remetida ao TCU.

"Vamos redefinir a metodologia e levar ao TCU justificativas sólidas para os valores. O cronograma continuará sendo cumprido. Vamos dar à população capixaba um aeroporto referência na avaliação de desempenho", afirmou o ministro.

Tudo o que sabemos sobre:
SACaeroportoVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.