Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Safra 12/13 de café é estimada em 55 mihões de sacas

A safra de café do Brasil na temporada 2012/13 deverá crescer para 55 milhões de sacas de 60 kg, estimou nesta quarta-feira o presidente da Illycaffe, Andrea Illy.

REUTERS

26 de outubro de 2011 | 15h44

Segundo ele, a florada para a nova safra foi "muito boa".

Ele disse ainda que, se tudo correr bem durante o período de maturação, "será uma safra muito boa em qualidade e quantidade".

"Pode chegar até a 58 milhões de sacas", declarou a jornalistas em São Paulo durante uma coletiva de imprensa.

O governo ainda não divulgou sua previsão para a colheita do ano que vem.

Na última colheita, segundo estimativa do Ministério da Agricultura, o Brasil colheu 43,15 milhões de sacas, no período de baixa do ciclo de produção da variedade arábica.

Segundo ele, a próxima safra do Brasil (de alta no ciclo bianual do arábica) tem potencial para permitir que torrefadores reconstruam seus estoques.

O Brasil é o maior produtor e exportador de café.

Olhando o cenário internacional, no entanto, a italiana Illy avalia que um fator que pode preocupar em termos da oferta global é a safra da Colômbia, produtor de café arábica de alta qualidade.

Ele disse que os produtores colombianos têm sofrido com adversidades climáticas.

Recentemente, autoridades colombianas manifestaram preocupações com o fenômeno climático La Niña, que voltou a se formar, ameaçando a produção de café do país por causar chuvas excepcionais no período de dezembro a março. .

(Por Marcelo Teixeira; texto de Roberto Samora)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSCAFEBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.