Safra atual será de ao menos 194 milhões de toneladas, projetam IBGE e Conab

De acordo com instituições, resultado dste ciclo pode superar entre 2,4% e 3,2% o plantio anterior

Daniela Amorim e Tomas Okuda, Agência Estado

09 de outubro de 2014 | 09h25

RIO - O Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de setembro projeta uma safra de 193,5 milhões de toneladas em 2014 - informou nesta quinta-feira, 10, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se confirmada, a safra será 2,8% superior à do ano passado, que foi de 188,2 milhões de toneladas. O montante foi considerado estatisticamente estável em relação ao previsto no levantamento de agosto, com redução de apenas 84,72 mil toneladas.

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) também divulgou a sua projeção para a safra atual. A produção de grãos na safra 2014/2015, pela Companhia, deve alcançar entre 194 milhões e 201,6 milhões de toneladas, com uma variação de menos 0,7% a um aumento de 3,2% em comparação com o período anterior. 

O resultado representa um intervalo de menos 1,46 milhão a um aumento de 6,17 milhões de toneladas ante as 195,4 milhões de toneladas da safra 2013/14. Os números são do primeiro levantamento sobre a intenção de plantio de grãos, da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado hoje.

Conforme a Conab, o resultado se deve à cultura da soja, que deve apresentar crescimento na produção, mesmo considerando o quadro internacional de superoferta de grãos, que reduz a expectativa de preços. O crescimento da oleaginosa deve variar de 3,2% a 7,3%, ou o equivalente a 2,71 milhões a 6,28 milhões de toneladas. 

Os técnicos da Conab ponderam que, neste primeiro levantamento, as lavouras ainda estão em fase inicial de plantio. "Poderão ocorrer alterações na produtividade ao longo da evolução das culturas, em virtude de efeitos das condições climáticas e fitossanitárias", diz a Conab.

A estimativa para a área de plantio deve variar entre 56,23 milhões e 58,34 milhões de hectares, com um intervalo de menos 1,2% a um aumento de 2,5% em relação à safra 2013/14, que totalizou 56,94 milhões de hectares. "A variação se deve também à soja, que pode crescer de 1,4% a 5,5%, o que equivale a 426,8 mil e 1,664 milhão de hectares", informa a estatal.

A Conab fez a pesquisa de campo do dia 21 a 27 de setembro. O ministro da Agricultura, Neri Geller, e o presidente da Conab, Rubens Rodrigues dos Santos, vão detalhar agora de manhã os resultados na sede da Companhia, em Brasília.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.