Safra de grãos deve atingir 113,468 milhões de t em 2005

A safra brasileira de grãos deve atingir em 2005 113,468 milhões de toneladas, segundo informou hoje o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em seu Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de maio. De acordo com o instituto, caso a previsão se confirme, esse montante será 4,94% menor do que o estimado em 2004. A produção nacional envolve safra de cereais, leguminosas e oleaginosas (caroço de algodão, amendoim, arroz, feijão, mamona, milho, soja, aveia, centeio, cevada, girassol, sorgo, trigo e triticale). O IBGE informou, em comunicado, que a redução deve-se à previsão de queda de 20,88% em 2005 na produção da região Sul, que tem participação de 34,05% na produção nacional. Porém, as estimativas para a safra de 2005, em comparação com o resultado apurado em 2004 apontam crescimentos na produção de 5,55% no Centro-Oeste (que tem 37,20% de participação na safra total); de 3,14% no Sudeste (16,04% de participação); de 9,79% na região Nordeste (9,04% de participação); e de 17,10% na região Norte (3,67% de participação). Ao comparar os resultados da pesquisa de maio, ante o levantamento apurado pelo IBGE em abril, o instituto informou que houve quedas nas estimativas de produção de quatro produtos: algodão herbáceo (-5,71%), feijão em grão 3ª safra (-3,31%), milho em grão 2ª safra (-5,90%) e trigo em grão (-13,39%). Na estimativa de maio, o instituto verificou ainda expansão na previsão de produção para esse ano do feijão em grão 2ª safra (2,55%), ante a estimativa de abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.