Safra lidera ranking de instituições que mais acertam projeções

O Banco Safra foi o mais preciso na sua estimativa de curto prazo para a alta do índice oficial da inflação, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com uma margem de erro de 0,05. A informação consta do ranking do Banco Central para as instituições que mais acertaram nas suas projeções de evolução dos índices inflacionários, taxa de câmbio e Selic, a taxa básica de juros da economia, em setembro.Em segundo lugar apareceu a Icatu DTVM, seguida pelo Banco Brascan, Banco Espírito Santo de Investimento e MCM Consultores. No mês anterior, o Brascan foi a instituição que mais acertou nas previsões.No ranking das estimativas de médio prazo, divulgado pelo BC, a Pebb Corretora de Valores aparece ocupando a primeira posição. As demais são ocupadas pelo Banco Votorantim, Safra, Gap Asset Management e Banco West LB do Brasil. Em agosto, o Banco BBVA foi o mais acurado nas previsões de médio prazo.O relatório de setembro também indicou a Fides Asset Management como mais precisa na previsão do IGP-DI, o Safra como primeiro colocado nas estimativas de alta IGP-M, e MCM Consultores como instituição que mais acertou em relação a expectativa de evolução da taxa de câmbio e da Selic.MetodologiaPara construir o ranking de curto prazo, o BC considera a precisão das estimativas nos últimos seis meses. Para o ranking de médio prazo, é considerada a precisão média das projeções feitas para três períodos consecutivos de quatro meses em relação aos resultados reais de três meses - o mês de referência mais os dois meses anteriores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.