finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Safra maior de milho nos EUA deve conter exportação de etanol do Brasil

Cerca de 40 por cento da safra de milho dos EUA foi convertida em etanol no ano passado

REUTERS

18 de julho de 2014 | 12h57

As exportações de etanol do Brasil devem cair em 2014/15, em parte devido a uma colheita de milho nos Estados Unidos quase recorde reduzindo as necessidades norte-americanas de importação, previu nesta sexta-feira a consultoria brasileira Datagro.

A Datagro prevê atualmente exportações de etanol do Brasil em 1,8 bilhão de litros em 2014/15, mas o presidente Plínio Nastari disse que a empresa estava considerando revisar a estimativa para baixo entre 200 milhões e 300 milhões de litros por causa da grande safra de milho dos EUA, que produz o biocombustível a partir do cereal.

Cerca de 40 por cento da safra de milho dos EUA foi convertida em etanol no ano passado, e o país é também o maior mercado de exportação para o etanol brasileiro.

Falando no intervalo de seminário da Datagro, em Londres, Nastari disse que os Estados Unidos geralmente absorvem cerca de 65 por cento das exportações brasileiras de etanol.

"Menores exportações de etanol (pelo Brasil) serão acomodadas pela produção de etanol menor por causa da seca", disse Nastari.

A seca no cinturão de cana do centro-sul do Brasil em janeiro e fevereiro deverá reduzir a produtividade agrícola.

A produção de etanol do Brasil deverá cair 8 por cento, para 25,29 bilhões de litros, ante os 27,5 bilhões de litros da temporada passada.

(Reportagem de Sarah McFarlane)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSDATAGROACUCAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.