Safra menor e problemas com a China prejudicam PIB agrícola

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, disse hoje que o Ministério está reduzindo à metade as estimativas para o crescimento do PIB agrícola neste ano. Segundo ele, a safra agrícola menor do que o esperado e a queda no preço da soja no mercado internacional deverá limitar a expansão do PIB do setor em 2004 a 3%, bem inferior aos 6% esperados anteriormente. Rodrigues disse que a safra de grãos deve atingir 120 milhões de toneladas, ante 130 milhões que eram projetados no início deste ano. Além disso, a queda do preço da soja deverá levar a um decréscimo de US$ 1 bilhão nas exportações previstas do produto - o principal da pauta de vendas externas agrícolas do País - neste ano.O ministro lembrou que a queda do preço da soja foi determinada especialmente pelo embargo da China às importações do produto brasileiro, alegando contaminação do grão. Ele explicou que o governo brasileiro está trabalhando no momento para padronizar os critérios de mistura da soja, o que levará a publicação de um decreto presidencial com as novas regras. A partir dessa definição, segundo ele, serão retomadas as negociações com a China para reinício das exportações da soja brasileira para aquele país. NegociaçõesRodrigues disse também que está "desconfiado que as negociações entre Mercosul e União Européia na área agrícola vão avançar de maneira positiva". Segundo ele, a tendência é que os europeus aprovem a lista de produtos para negociação definida pelo Mercosul e também avancem em alguns pontos na sua própria lista (da UE) de produtos agrícolas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.