Safra recorde de trigo pode reduzir preço de alimentos

A produção mundial de trigo deve atingir um volume recorde neste ano, contribuindo para aliviar a elevação nos preços dos alimentos, apontou o Conselho Internacional de541553379 O IGC elevou na sexta-feira sua estimativa para a produção mundial de trigo na temporada 2008/09 em 5 milhões de toneladas,para 650 milhões de toneladas. De acordo com o órgão, os preços do cereal, que estimularamo plantio anteriormente, já recuaram entre 25 e 50 por cento emcomparação aos picos atingidos durante o mês de março. Além disso, o prognóstico favorável para a safra e o sucesso na colheita indiana ajudaram a diminuir as preocupações sobre a oferta de alimentos. "As chuvas melhoraram as perspectivas na União Européia, Rússia, Ucrânia e nas áreas de trigo de inverno dos EUA", informouo IGC em um relatório mensal. O IGC calculou a safra 2007/08 do cereal em 604 milhões de toneladas, e também elevou a estimativa para consumo de trigo em2008/09 em 2 milhões de toneladas, para 632 milhões. "Preços mais baixos do trigo devem estimular uma recuperação no uso do alimento em países em desenvolvimento na Ásia e na África, e o uso para ração vai subir, especialmente na UE e nos1163215148 MILHO A produção mundial de milho em 2008/09 foi projetada em 763milhões de toneladas, ante previsão anterior de 762 milhões, mas ainda abaixo das 777 milhões de toneladas da temporada anterior. "Nos EUA, o tempo frio e úmido atrasou o plantio e a emergência da lavoura, reduzindo o potencial de produtividade, mas as condições permanecem favoráveis na UE e na China. Os preços altos543450486 Os preços do milho vêm crescendo desde o início do ano, impulsionados parcialmente por um rali no mercado de petróleo. O milho é utilizado como matéria-prima para a fabricação de etanol1852797728 Segundo o Conselho, a produção mundial de etanol deve continuar a crescer, mostranto uma leve queda no ritmo de expansão em2008/09, apesar dos custos elevados na aquisição de grãos e de construção e da redução do crédito disponível. "Os preços do petróleo em alta darão suporte à lucratividade da indústria, independentemente dos incentivos oficiais à produção", avaliou o IGC, acrescentando que projetava um aumento de858857584 (Por Nigel Hunt)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.