Salão Imobiliário terá 200 mil opções a partir do dia 23

Começa na quinta-feira, dia 23, a quinta edição do Salão Imobiliário de São Paulo. O evento terá mais de 200 mil imóveis à venda. Neste ano, ao contrário da versão de 2009, não haverá opções para o programa Minha Casa, Minha Vida. O preço mínimo é de R$ 150 mil, entre ofertas de novos e usados, comerciais e residenciais.

AE, Agencia Estado

18 de setembro de 2010 | 11h42

Em compensação, neste ano os imóveis fora do Brasil ganharão mais espaço - cerca de metade do que será apresentado no salão - sinal de que em tempos de retração em mercados como o dos EUA e da Europa, o Brasil entra no radar das empresas internacionais de imóveis. A expectativa é que 80 mil visitantes passem pelo evento.

De acordo com pesquisa da Reed Exhibitions, cerca de 40% dos visitantes devem usar crédito bancário para comprar um imóvel. Ainda segundo os dados da organizadora do evento (ao lado do Sindicato da Habitação, o Secovi), outros 13% disseram preferir financiamento direto com a construtora e 17% devem utilizar recursos próprios. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.