Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Salão mostra tecnologias que reduzem poluentes

Fenatran traz as soluções que cada montadora encontrou para atender normas mais rígidas de emissões, a Euro 5

O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2011 | 03h06

Com estandes de 14 montadoras de caminhões e um total de 350 expositores das áreas de transporte de carga, fabricantes de implementos, autopeças e distribuidores de petróleo e derivados, a 18ª edição da Fenatran espera receber 55 mil visitantes até sexta-feira, 10 mil a mais que no salão anterior, há dois anos.

Tradicionalmente uma feira de negócios, este ano as áreas destinadas às vendas foram reforçadas pelas montadoras em razão da expectativa de uma corrida de frotistas para adquirir os últimos caminhões com a tecnologia Euro 3, com normas de emissões mais brandas do que a Euro 5 (ou P7), que passa a vigorar em janeiro.

A introdução da nova tecnologia, que atende padrões determinados pelo Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos (Proconve), resultará em aumento médio de 10% nos preços dos veículos.

Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), padrão Euro 5 vai reduzir em 60% as emissões de óxido de nitrogênio (NOx) pelos escapamentos e em 80% a de material particulado em relação ao Euro 3./ C.S.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.