Salários de aeronautas e aeroviários subirão 5%

O Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (SNEA), que congrega 16 empresas nacionais e 20 estrangeiras, informou hoje que fechou acordo com os sindicatos de aeronautas e aeroviários de todo o Brasil concedendo reajuste salarial de 5% a título de dissídio salarial.Em nota, a entidade afirma ainda que além dos salários, as empresas também reajustaram as cláusulas de cunho econômico, como vale-refeição, cesta básica, diárias e seguro de vida. Os acordos beneficiam cerca de 9,5 mil aeronautas e 23 mil aeroviários filiados a sindicatos vinculados à CUT e à Força Sindical.Os aumentos são retroativos a 1º de dezembro, data base das categorias. As Convenções Coletivas têm vigência de um ano e vigorará até 30 de novembro do ano que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.