Saldo comercial de setembro é o 2º melhor do ano

A balança comercial teve superávit de US$ 4,329 bilhões em setembro, informou hoje o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). As exportações totalizaram US$ 10,635 bilhões e as importações, US$ 6,306 bilhões. Todas as cifras são recordes para meses de setembro. O saldo comercial foi o segundo maior resultado mensal, superado apenas pelo de julho passado, de US$ 5,008 bilhões.Nos nove primeiros meses do ano, o saldo comercial alcançou US$ 32,671 bilhões, segundo o MDIC. No período, as exportações somaram US$ 86,720 bilhões e as importações alcançaram US$ 54,049 bilhões.O valor das exportações acumulado neste período superou em 23,4% o total registrado nos nove primeiros meses de 2004, de US$ 70,278 bilhões. As importações, por sua vez, tiveram expansão de 19,6% nesse mesma base de comparação - US$ 45,203 bilhões de janeiro a setembro de 2004.Período de 12 mesesNos últimos doze meses (outubro de 2004 a setembro passado), o superávit da balança comercial chegou a US$ 41,259 bilhões. O valor das exportações no período chegou a US$ 112,917 bilhões, superando a meta estabelecida pelo governo para 2005.Com este resultado, o total das exportações no período cresceu 24,7% em relação ao período imediatamente anterior (outubro de 2003 a setembro de 2004), quando as vendas externas haviam siso de US$ 90,572 bilhões.Os produtos manufaturados foram os que deram maior contribuição para o crescimento das exportações verificado no período de 12 meses. De acordo com os dados do Ministério, as vendas de produtos manufaturados chegaram a US$ 63,121 bilhões, apresentando crescimento de 30,7% em relação ao período precedente.Os produtos semimanufaturados tiveram alta de 21,3% nessa mesma base de comparação, somando US$ 15,340 bilhões. Já as exportações de produtos básicos alcançaram um valor de US$ 32,217 bilhões nos últimos 12 meses, com crescimento de 17,2%.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2005 | 15h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.