Saldo da balança do agronegócio foi de US$ 23,03 bi até julho

O saldo da balança comercial do agronegócio somou US$ 23,033 bilhões no período de janeiro a julho deste ano, informou nesta segunda-feira o Ministério da Agricultura. Em igual período de 2005, o superávit comercial foi de US$ 21,383 bilhões. O resultado de 2006 é recorde para os primeiros sete meses do ano.Entre janeiro e julho, as exportações agrícolas renderam US$ 26,595 bilhões, valor recorde, e crescimento de 9,6% na comparação com o resultado do período anterior. No acumulado do ano, os gastos com importações cresceram 23,3%, totalizando US$ 3,562 bilhões.Açúcar e álcoolA receita cambial obtida com as exportações de açúcar e álcool cresceu 123,2% no mês de julho na comparação com igual período de 2005. Segundo o Ministério da Agricultura, as exportações do setor sucroalcooleiro renderam US$ 1,034 bilhão no mês passado, resultado muito superior aos US$ 463,494 milhões de julho de 2005. A maior quantidade exportada de açúcar (18%) e a alta de preços em relação ao ano passado justificaram a alta. Os preços do açúcar bruto subiram 59,5% e do refinado, 76,2% no mês. Essas oscilações sustentaram o crescimento de 92% no faturamento obtido com os embarques de açúcar. No caso do álcool, a receita cambial obtida com as vendas externas cresceu 283% em julho, resultado do aumento de 106,5% na quantidade embarcada e de 86% nos preços médios de venda. No mercado interno, os preços do álcool combustível subiram em julho. Técnicos do governo avaliaram que a alta interna era sustentada pela forte demanda externa, principalmente dos Estados Unidos. Na semana passada, o indicador de preço do álcool hidratado recuou pela segunda vez consecutiva. O índice registrou queda de 1,47% no preço cobrado nas usinas, a R$ 0,88/litro. O preço do anidro recuou 1,22% para R$ 1,01 por litro. Os números são do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq). Balança agrícolaEntre agosto de 2005 e julho de 2006, as exportações agrícolas totalizaram US$ 45,923 bilhões, 11,9% acima do valor exportado no período anterior (de agosto de 2004 a julho de 2005), que foi de US$ 41,044 bilhões. As importações foram 17,9% superiores aos 12 meses anteriores, com gastos de US$ 5,856 bilhões. O superávit comercial acumulado nos últimos 12 meses foi de US$ 40,067 bilhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.