bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Saldo das contas públicas cai com 13º dos aposentados

O governo central, que compreende as contas do Banco Central, Tesouro Nacional e Previdência Social (INSS), teve superávit primário de apenas R$ 44 milhões em setembro, de acordo com dados divulgados hoje pelo Tesouro Nacional. Em agosto, a economia para o pagamento de juros (superávit primário) foi de R$ 3,663 bilhões. E em setembro do ano passado, o superávit foi de R$ 375,4 milhões.Segundo a nota do Tesouro, o resultado fraco é explicado pelo aumento do déficit da Previdência em razão da antecipação do pagamento do 13º salário a aposentados e pensionistas. A Previdência teve no mês passado um déficit de R$ 9,157 bilhões, enquanto o Tesouro Nacional registrou superávit de R$ 9,291 bilhões. O Banco Central verificou déficit primário de R$ 89,9 milhões.De janeiro a setembro deste ano, o governo central acumula superávit de R$ 51,651 bilhões, o equivalente a 2,77% do Produto Interno Bruto (PIB). Em igual intervalo de 2006, o superávit primário foi de R$ 48,168 bilhões, o equivalente a 2,84% do PIB daquele período.

FABIO GRANER E ADRIANA FERNANDES, Agencia Estado

24 de outubro de 2007 | 16h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.