Saldo maior da balança comercial elevará superávit, aponta BC

As previsões de mercado para o superávit em conta corrente do balanço de pagamentos deste ano aumentaram de US$ 4,20 bilhões para US$ 4,60 bilhões em pesquisa semanal do Banco Central (BC). O levantamento identificou, ao mesmo tempo, uma elevação das estimativas de superávit da balança comercial neste ano de US$ 27,51 bilhões para US$ 28 bilhões.As expectativas para o resultado em conta corrente no próximo ano continuaram apontando um equilíbrio pela segunda semana consecutiva. Apesar da estabilidade, as projeções de superávit da balança comercial em 2005 aumentaram de US$ 23,60 bilhões para US$ 23,95 bilhões.A conta corrente do balanço de pagamentos é formada pela balança comercial (exportações - importações), a balança de serviços (Fretes pagos e recebidos de navios estrangeiros, juros de empréstimos estrangeiros, lucros remetidos e recebidos do exterior, etc.) e as transferências unilaterais (donativos). Juntamente com a balança de capitais (capital das firmas estrangeiras que ingressam no País, o capital estrangeiro que ingressa sob a forma de empréstimos, os empréstimos do FMI, etc), a conta corrente compõe o balanço de pagamentos, que é o registro contábil de todas as transações de um país com outros países do mundo.Relação estável dívida/PIBAs projeções de mercado para a dívida líquida do setor público ficaram estáveis em 57% do Produto Interno Bruto (PIB) na pesquisa do BC. As previsões para o superávit primário do setor público ? arrecadação do governo menos os gastos com as autarquias municipais, estaduais, federal e as empresas estatais ? neste ano seguiram a mesma tendência e permaneceram em 4,25% do PIB.Para 2005, as expectativas de dívida líquida do setor público continuaram nos mesmos 55,40% do PIB da pesquisa divulgada na semana passada. As estimativas de superávit primário também não mudaram e continuaram em 4,25% do PIB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.