FACEBOOK/PELÉ
FACEBOOK/PELÉ

Salvei a economia mundial, diz Obama

'Não se consegue ter um bom mercado se não se tiver um bom governo', afirmou o democrata em evento em São Paulo

Victor Rezende e Flavia Alemi, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2019 | 04h00

Ao participar de evento em São Paulo, o ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama relembrou nesta quinta-feira, 30, os feitos de seus oito anos na Casa Branca e disse sentir orgulho de seu governo ter salvado a economia mundial durante a crise econômica de 2008.

“Levou muito tempo para curar as feridas, mas nós estancamos o sangramento”, afirmou. Ele citou, ainda, o Obamacare como um grande legado de sua gestão. “Tenho orgulho de ter levado saúde a milhões de americanos”, disse.

O ex-presidente apontou, para a necessidade de investimentos em educação e em capital humano. “Poucos países entendem que isso é necessário para impulsionar o crescimento econômico”, disse, citando Cingapura como exemplo de país bem-sucedido nesse aspecto.

Obama fez críticas sutis ao atual governo americano e enfatizou que é necessário uma boa gestão para que os mercados funcionem bem.

“Sempre digo aos conservadores que só acreditam no mercado: não se consegue ter um bom mercado se não se tiver um bom governo. Se uma empresa precisa pagar propina, contratar um parente etc, não se tem um bom mercado”, afirmou o democrata.

Obama citou a mudança que vem ocorrendo na economia chinesa em termos de desenvolvimento tecnológico. “A China está criando um meio para fazer com que seu setor de tecnologia cresça”, afirmou Obama durante o VTEX Day, evento da área tecnológica

O ex-jogador Pelé manteve encontro com Obama e o registrou em seu Facebook. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.