Samsung anuncia aumento de seis vezes em seu lucro no primeiro trimestre

Lucro forte aconteceu devido ao negócio de chips de memória que tiveram volume de vendas de 5,57 bi de euros

Efe,

30 de abril de 2010 | 05h23

Lucro da empresa coreana de eletrônicos chegou a 2,7 bilhões de euros no primeiro trimestre de 2010  

 

SEUL - A sul-coreana Samsung Electronics, maior empresa mundial de tecnologia em número de vendas, anunciou nesta sexta-feira, 30, um lucro de 3,99 trilhões de wons (2,7 bilhões de euros)no primeiro trimestre do ano, seis vezes maior que no mesmo período de 2009.

O lucro operacional entre janeiro e março se multiplicou por sete em relação ao mesmo período do ano passado, até o recorde de 4,41 trilhões de wons (3 bilhões de euros), enquanto em relação ao trimestre precedente o aumento foi de 28%.

O forte aumento do lucro aconteceu graças ao negócio de chips de memória, que tiveram um volume de vendas de 8,2 trilhões de wons (5,57 bilhões de euros) e um lucro operacional de 1,96 trilhões de wons (1,33 bilhões de euros) no primeiro trimestre.

No mesmo período do ano anterior, a Samsung tinha registrado perdas operativas de 670 bilhões de wons (455 milhões de euros) no setor dos microchips em decorrência da forte queda dos preços. A empresa sul-coreana, segundo fabricante mundial de telefones celulares, vendeu um total de 64,3 milhões de unidades no primeiro trimestre, 40% a mais que no mesmo período do ano passado, quando sofreu uma forte queda.

A venda de televisores LCD, setor no qual é líder mundial, aumentou 47% no primeiro trimestre em comparação com o mesmo período de 2009, até 8,4 milhões de unidades.

No ano de 2009, a Samsung Electronics obteve um lucro líquido de 9,65 trilhões de wons (6,5 bilhões de euros), 75% mais que no ano anterior, números que a transformaram na maior companhia mundial de tecnologia à frente da Hewlett-Packard (HP) e da Siemens.

Tudo o que sabemos sobre:
Samsung, lucro, tecnologia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.