Samsung lança aparelho entre smartphone e tablet

A Samsung apresenta hoje, na Coreia do Sul, o Galaxy Note, um smartphone com tela de 5,3 polegadas. Ele é maior do que um smartphone e menor que um tablet. No Brasil, segundo a assessoria local da Samsung, ele chega às lojas um pouco antes do Natal.

SEUL, O Estado de S.Paulo

29 de novembro de 2011 | 03h05

Com esse novo aparelho, a Samsung Galaxy Note pretende abrir um novo nicho de mercado. Além das dimensões diferenciadas, o equipamento inclui um lápis digital chamado "S Pen" que permite escrever no painel de visualização.

O aparelho está disponível na Europa e em Hong Kong desde outubro, mas na versão sul-coreana estará disponível com serviços de rede 4G. No Brasil, por enquanto, ele também será apenas 3G.

Como informou a agência sul-coreana Yonhap, o Galaxy Note dispõe de processador de duplo núcleo de 1,5 GHz e a versão mais atualizada do sistema operacional Android da Google chamada Ice Cream Sandwich.

Shin Jong-kyun, presidente da unidade de negócio de celulares da Samsung, definiu o Galaxy Note como "um novo tipo de aparelho, que segue aos smartphones e aos tablets", mas oferece aos consumidores uma nova experiência.

Conexão. A Samsung apresentou no fim de outubro na Coreia do Sul duas versões de seu smartphone Galaxy S2 adaptadas à nova tecnologia de transmissão 4G.

O funcionamento do 4G nas grandes cidades da Coreia do Sul permitirá uma velocidade de downloads de 73,6 Mbps, cinco vezes superior a 3G, e uma capacidade de conexão de 20,6 Mbps, quatro vezes mais veloz.

A Samsung acredita que atingirá a meta de vendas de smartphones traçada para este ano, apoiada nas vendas da linha Galaxy. / EFE E REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.