Gustau Nacarino/Reuters
Gustau Nacarino/Reuters

Samsung tenta se tornar a ''maior rival'' da Apple

Empresa sul-coreana lançou ontem um notebook ultrafino, que vai disputar mercado com o Macbook Air

, O Estado de S.Paulo

25 de fevereiro de 2011 | 00h00

SEUL

A sul-coreana Samsung tem buscado se posicionar como a principal concorrente da Apple no mercado de eletrônicos mais sofisticados. Ontem, a empresa lançou um notebook ultrafino, numa tentativa de ampliar sua presença no segmento de computação pessoal móvel dominado pelo MacBook.

Nos smartphones, o Samsung Galaxy, que roda o sistema operacional Android, do Google, foi lançado para ser a principal alternativa ao iPhone. O Galaxy Tab, tablet da Samsung, é o maior rival do iPad.

A Samsung lançou o modelo de notebook 9 Series para competir com o ultrafino MacBook Air, lançado em outubro.

A companhia sul-coreana afirmou que o novo notebook custará 2,5 milhões de wons (US$ 2.218) na Coreia e que será lançado a partir do próximo mês nas Américas e Europa.

A Apple superou a HP no trimestre passado como maior fabricante de computadores móveis do mundo, impulsionada pelas fortes vendas do iPad, segundo a empresa de pesquisa de mercado DisplaySearch.

A empresa vendeu mais de 10 milhões de notebooks e tablets no último trimestre, obtendo uma participação de mercado de 17%, quase um milhão a mais que a HP, que ficou com 15,6% do mercado.

A Samsung afirmou ontem que tem como meta ser a sexta fabricante mundial no mercado de computação pessoal móvel este ano, um posto acima do ranking do ano passado.

No próximo mês, a gigante sul-coreana começará a vender, na Europa e na Coreia do Sul, o Galaxy Tab 10.1, nova versão de seu tablet, com tela maior, de 10 polegadas. Um porta-voz da empresa indicou também que, ainda neste semestre, poderá chegar ao mercado outro modelo, com tela de 8,9 polegadas.

O Galaxy Tab original tem tela de 7 polegadas e o iPad, de 9,7 polegadas.

Competição. A Apple lançou ontem, no mesmo dia que a Samsung, uma nova linha de computadores portáteis MacBook Pro. Segundo a empresa, o notebook tem velocidade duas vezes maior que a geração anterior e é equipado com câmera de alta definição e recursos melhorados de processamento gráfico.

Os novos MacBooks Pro são equipados com os chips mais recentes de dois e quatro núcleos da Intel. A fabricante de processadores também fornece à linha uma tecnologia de entrada e saída de dados mais rápida e compacta chamada Thunderbolt, que é compatível com telas e dispositivos de alta resolução por meio de uma única porta.

O preço do MacBook Pro de 13 polegadas, equipado com bateria para sete horas e corpo em alumínio, começa em US$ 1.199. A máquina com tela de 15 polegadas custa a partir de US$ 1.799 e a de 17 polegadas custa US$ 2.499.

A Apple marcou para o dia 2 de março um evento em que, segundo fontes do mercado, apresentará a nova versão do iPad, que deve incluir uma câmera frontal. O convite mostra um "2" gigante sobre a frase: "Venha ver sobre o que será o ano de 2011". / REUTERS E EFE

Mercado

17%

foi a participação da Apple no mercado de computadores portáteis, que inclui notebooks e tablets, no ano passado

15,6%

foi a participação de mercado da HP, que acabou perdendo a liderança para a Apple

10 milhões

de notebooks e tablets foram vendidos pela Apple apenas no último trimestre do ano passado, quase um milhão de unidades a mais que a HP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.