finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Santander: analistas consideram oferta justa

A oferta pública do banco Santander para aquisição de 67% do capital do Banespa nas mãos do mercado surpreendeu analistas estrangeiros. A rapidez da decisão foi motivada pela recente queda no preço das ações do Banespa na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). Os analistas ouvidos pela Agência Estado recomendam ao acionista do Banespa aceitar a oferta do Santander.Na opinião de Beltran Estrada, analista do J.P. Morgan, a oferta de R$ 95 pelo lote de mil ações preferenciais (PN, sem direito a voto) e ordinárias (ON, com direito a voto) do Banespa foi além do esperado. "Foi uma oferta muito generosa, considerando os ajustes no valor patrimonial do Banespa feito pelo Santander", afirmou. O analista do Lehman Brothers, Robert Lacoursiere, destacou a rapidez da oferta, esperada entre o final de janeiro e meados de março. Para ele, o anúncio da oferta reafirma a disposição do Santander em investir no Banespa. Quanto ao preço de R$ 95 por lote de mil ações, Lacoursiere considerou que o preço de R$ 95 ofertado aos investidores foi baixo, dada a projeção do Santander de lucro do Banespa (de US$ 500 milhões em 2001 e de US$ 700 mi a US$ 800 mi até 2003). Ele aconselha os investidores a aceitar a proposta, primeiro pelo ágio que está sendo oferecido e também porque ainda há riscos no futuro quanto a eventuais custos operacionais. Para ele, a oferta de R$ 95 é vantajosa para o Santander se for levado em conta também o preço-alvo que o Lehman Brothers tem para as ações PN do Banespa, de R$ 104,3 o lote de mil. "Baseado nesse preço-alvo, a oferta anunciada representa um desconto de 9%", explicou. Ações do Bradesco, Itaú e Unibanco serão favorecidasPara o analista do Bear Sterns, Jason Mollin, as ações do Bradesco, do Itaú e do Unibanco serão favorecidas pela oferta do Santander. "O fluxo de recursos resultante da venda das ações do Banespa por parte dos investidores minoritários, especialmente das instituições financeiras, deverá ser reinvestido na compra das ações do Bradesco, Itaú e Unibanco", explicou. Quanto a oferta em si, Mollin acredita ser uma demonstração da confiança do Santander no sistema bancário brasileiro. O analista do Bear Sterns foi mais um que se surpreendeu com a rapidez do anúncio da oferta feita pelo Santander. "Mas o objetivo deles foi o de tirar vantagem da queda do preço das ações do Banespa no mercado", disse. Ele acredita que, com a oferta de R$ 95 por lote de mil, o Santander está tratando bem os acionistas minoritários do Banespa.

Agencia Estado,

02 de janeiro de 2001 | 20h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.