Santander apura crescimento de 16% na carteira de crédito

O Santander Banespa encerrou setembro com uma carteira de crédito de varejo de R$ 8 bilhões. Segundo o presidente da instituição, Gabriel Jaramillo, esse montante representa um crescimento de 16% em relação a dezembro de 2002. Do total de R$ 8 bilhões, cerca de R$ 1,5 bilhão refere-se a crédito pessoal. O executivo disse que a expectativa para o avanço da carteira é positiva. "O crescimento estará atrelado à expansão da economia, que deverá ser de 2,5% a 3% em 2004." Jaramillo afirmou que o Santander Banespa pretende aumentar a carteira de crédito em várias frentes. Além dos empréstimos com desconto em folha de pagamento, os programas Exportar e Microcrédito estão recebendo atenção. O Exportar financia vendas de empresas ao exterior e tem unidades em Ribeirão Preto (SP), São Paulo e Rio Grande do Sul. Na linha do Microcrédito, o banco já está operando dentro dos moldes definidos pelo governo, ou seja, com taxa de 2% ao mês. O presidente do Santander Banespa afirmou ainda que a instituição tem grande interesse no segmento de financeiras. "Já estamos atuando no financiamento de automóveis. É um nicho definitivo, importantíssimo." Ele não quis comentar, entretanto, eventual interesse na aquisição de empresas do segmento. Negociação com mais de 40 empresasO Santander Banespa está em processo de finalização de acordo com mais 40 empresas para a concessão de crédito com o desconto em folha de pagamento. O banco opera com essa linha desde 18 de setembro, um dia após a assinatura da medida provisória que regulamenta esse empréstimo. Segundo Pedro Coutinho, vice-presidente executivo da instituição, o banco já emprestou cerca de R$ 2,6 milhões a funcionários de empresas parceiras por meio dessa linha. Foram mil contratos, com prazo médio de 25 meses e taxa média de 2,5% ao mês.

Agencia Estado,

11 de novembro de 2003 | 14h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.