Santander Banespa lança crédito com Aval Solidário

O banco Santander Banespa começou esta semana a oferecer uma linha de microcrédito antes só operada por organizações não-governamentais (ONGs), o empréstimo com Aval Solidário, dirigido a clientes que não possuem um avalista com comprovação de renda para solicitar a linha regular de microcrédito. No Aval Solidário, um grupo de pessoas que têm uma relação de confiança entre si solicita o empréstimo em conjunto, cada um avalizando o crédito do outro, explica o superintendente-adjunto de produtos do Santander, Fernando Fernandes. Primeiro contratoNo primeiro contrato do tipo fechado pelo banco, duas vendedoras de cosméticos e um sapateiro concordaram em avalizar um ao outro e receberam R$ 800 cada um para investir em seus empreendimentos, a uma taxa de juros de 2% ao mês. Uma das duas vendedoras de cosmético também trabalha na comercialização de lingerie. "Os três não tinham avalista, mas têm confiança um no outro", diz Fernandes. "Um fiscaliza e pode ajudar o outro na hora do pagamento." Os empréstimos disponíveis nessa modalidade variam de R$ 200 a R$ 1.000.O vice-presidente do banco, Miguel Jorge, disse que, para o Santander, "o microcrédito não é paternalismo, é negócio". O executivo comemorou ainda uma iniciativa paralela - o acordo entre sindicatos e bancos para empréstimos a juros mais baixos com os pagamentos descontados em folha, cuja taxa no banco varia de 2% a 3,8% ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.