Santander compra banco britânico A&L por US$ 2,6 bilhões

Segundo maior banco da Europa, Santander consegue preço arrasador após colapso das ações da financiadora

Reuters e Agência Estado,

14 de julho de 2008 | 10h04

O Banco Santander anunciou nesta segunda-feira, 14, que concordou em comprar o Alliance & Leicester (A&L), em um acordo por todas as ações que avalia a financiadora do Reino Unido em 1,26 bilhão de libras (US$ 2,5 bilhões). O A&L informou que aceitou a oferta do Santander. Segundo maior banco da Europa depois do HSBC, o Santander há tempos é considerado comprador em potencial do A&L e conseguiu um preço arrasador depois do colapso no preço das ações de seu alvo no ano passado. As ações do A&L subiam 48,7%, para 3,26 libras às 9h55 (horário de Brasília) depois que o Santander confirmou o acordo. As ações do Santander, enquanto isso, subiam 1,5%.  Em documento entregue aos órgãos regulatórios, o Santander afirmou que a oferta de 299 pence por ação foi aprovada pelo conselho da A&L. O maior grupo financeiro da Espanha em valor de mercado disse que vai combinar as operações da A&L com sua unidade no Reino Unido, a Abbey, resultando em uma participação de mercado combinada de 7,6%. O Santander acrescentou que vai emitir novas ações para pagar pela A&L. Uma vez concluída a transação, o banco espanhol vai pedir a retirada das ações do banco britânico da Bolsa de Valores. Para os acionistas da A&L, a oferta de 299 pence por ação inclui o direito de receber um dividendo provisório de 18 pence por ação, o que eleva o preço total para 317 pence por ação, ou quase 45% acima do valor de fechamento da A&L na sexta-feira, de 219 pence.

Tudo o que sabemos sobre:
BANCOSSANTANDERCOMPRA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.