Santander lucra 26,1% a mais; Brasil foi o que mais contribuiu

O Grupo Santander informou nesta quinta-feira que obteve um lucro líquido de 3,216 bilhões de euros (US$ 4,052 bilhões) nos seis primeiros meses do ano, o que representa um aumento de 26,1% em comparação com o mesmo período do ano anterior. No mesmo período do ano passado, o acúmulo havia sido de 2,551 bilhões de euros (US$ 3,214 bilhões).As filiais latino-americanas obtiveram 1,147 bilhão de euros (cerca de US$ 1,5 bilhão) no período - 27% a mais que no mesmo período do ano anterior. Esse ganho representou 35,6% total do grupo. Por países, o Brasil foi o que mais contribuiu na região, com um lucro líquido de 355 milhões de euros (cerca de US$ 450 milhões), 11,9% a mais que no ano anterior.O grupo bancário destacou que o resultado, superior ao previsto, foi possível graças ao aumento do volume de negócios, especialmente pela contribuição da filial britânica, a Abbey.Fontes informaram que os créditos cresceram 18%, enquanto os recursos administrados aumentaram 11,9%. Com isso, a margem de exploração, que reflete a evolução do negócio puramente bancário, cresceu 28,3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.