Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Santander vende banco italiano por US$13,2 bilhões

O Santander decidiu vender o bancoitaliano Antonveneta antes mesmo de comprá-lo, aceitando umaoferta do Banca Monte dei Paschi di Siena. A operação gera umlucro imediato de cerca de 50 por cento. O italiano Monte Paschi ofereceu 9 bilhões de euros (13,2bilhões de dólares) pelo Antonveneta, banco que o Santanderestava adquirindo como parte do acordo da divisão do holandêsABN AMRO, comprado em conjunto com o Royal Bank of Scotland e oFortis. No acordo inicial, o Antonveneta foi avaliado em cerca de6,6 bilhões de euros, incluindo o braço de banco corporativoInterbanca, que o Santander informou que não venderá ao MontePaschi. O valor do Interbanca é estimado entre 800 milhões e1,1 bilhão de euros. Uma fonte próxima ao acordo afirmou que o Santander decidiuir adiante com a venda do Antonveneta porque o preço que oMonte Paschi ofereceu era bom demais para recusar. O Santander declarou que agora cancelará um aumento decapital de até 4 bilhões de euros planejado como parte da suacarta de financiamento de 19,8 bilhões de euros que integra aaquisição conjunta do ABN. "Eles estão oferecendo 9 bilhões e podem ter melhorsinergia com o Antonveneta do que o Santander poderia ter comonovo agente no mercado", disse a fonte. Os papéis do Santander saltaram após a notícia e nestatarde operavam em alta de 5 por cento. (Reportagem adicional de Juan Navarro)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.