Santista se transforma na maior fábrica mundial de jeans

A Santista Têxtil vai fundir suas operações com a empresa espanhola Tavex Algodonera. A fusão cria a maior fabricante mundial do tecido Denim, matéria-prima usada na confecção dos jeans. Juntas, as duas empresas terão uma fatia de 10% a 15% do mercado mundial do tecido. Os controladores da Santista Têxtil - Camargo Corrêa e São Paulo Alpargatas - anunciaram a operação na segunda-feira por meio de fato relevante.Na prática, a integração entre as duas empresas se dará por meio da criação de uma holding na Espanha, na qual as controladoras da Santista Têxtil aportarão a totalidade das ações que detêm na empresa. Depois, a holding será incorporada pela Tavex, de forma que a Camargo Corrêa e a São Paulo Alpargatas passarão a ser acionistas majoritárias da Tavex, com respectivamente 36,7% e 22,2% do capital total e com direito a voto da empresa. Os demais 41,1% do capital da Tavex permanecem detidos pelos atuais acionistas da empresa espanhola. Entre eles, os maiores são os grupos Rifale (12,5%) e Eurotogala (7,6%)."Como resultado da integração, o controle direto da Santista Têxtil passará a ser exercido pela Tavex. Os demais acionistas da Santista Têxtil não terão qualquer alteração em suas posições acionárias em decorrência da integração", afirma a Santista em seu comunicado.Segundo informações da Tavex ao mercado espanhol, após a integração das duas empresas, o grupo realizará novo aumento de capital, com oferta de ações no mercado durante o primeiro semestre de 2007, que situará a participação conjunta da Camargo Corrêa e da Alpargatas na Tavex abaixo dos 50%.Fusão estratégicaA espanhola Tavex tem sede em Bergara, na Espanha e possui uma receita global da ordem de R$ 366 milhões. A empresa possui três fábricas na Espanha, uma no Marrocos e outra no México. Atua no segmento premium de jeans, com mais de 150 produtos que são matéria-prima para marcas como Diesel, Zara, Miss Sixty e Blue Cult. Com a operação, a empresa une seu portfólio de produtos e sua relação de clientes aos da Santista Têxtil, grande fornecedora de denim para o mercado americano, com clientes como a Levi´s.O objetivo da fusão é estratégico, uma vez que a plataforma da Tavex na Europa permitirá à Santista Têxtil ter maior acesso aos mercados americano e europeu. "Além disso, a operação permitirá a integração dos negócios a nível mundial, criando sinergias de curto e médio prazo para ambas as empresas", prossegue o comunicado. Entre essas sinergias, estão a busca por melhores preços e condições na aquisição das matérias-primas e o desenvolvimento de tecnologias em conjunto.A gigante do denim que surge a partir do negócio, com até 15% de participação no mercado global do tecido, nasce para brigar com as indústrias chinesas, que avançam no mercado têxtil mundial com preços competitivos ao extremo. "Fusões como esta são benéficas para o País, pois tornam o produto brasileiro mais competitivo lá fora e ampliam o acesso a novos mercados, além de tornar os preços globais", disse Roberto Chadad, presidente da Associação Brasileira do Vestuário (Abravest).O processo de integração dos negócios das duas empresas deverá estar concluído até julho deste ano, e deverá passar por aprovação das autoridades de defesa da concorrência na Europa, Espanha e Brasil. A Santista Têxtil produz em torno de 8,5 milhões de metros de denim por mês. A receita líquida da empresa foi de R$ 700 milhões de janeiro a setembro de 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.