São Bernardo se verticaliza

Município do ABC teve 4.999 unidades lançadas no ano de 2007

O Estadao de S.Paulo

27 de junho de 2008 | 00h00

O município de São Bernardo do Campo foi o que atraiu o maior número de unidades lançadas ao longo de 2007, na Grande São Paulo, segundo dados da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp). Ao todo, foram 4.999 casas e apartamentos, em 26 lançamentos, que ocuparão uma área total de 944.707 metros quadrados. O Valor Geral de Vendas (VGV) lançado na cidade atingiu US$ 662 milhões.Segundo a Embraesp, o ABC paulista como um todo tem recebido um número crescente de unidades voltadas especialmente para a classe média. Em São Bernardo, mais da metade das unidades lançadas em 2007 (2.872) foi de três dormitórios e o preço médio da área útil lançado foi de R$ 2.493. São Caetano do Sul vem logo atrás. Durante o ano, foram registrados 31 lançamentos com 2.925 unidades e um VGV lançado de US$ 425 milhões. Os empreendimentos ocuparão uma área total de 552.463 mil metros quadrados. Lá, também as unidades de três dormitórios foram predominantes. Ao todo, foram 1.367 lançadas. O preço médio da área útil na cidade durante o ano foi de R$ 2.681.O município de Santo André também tem recebido atenção especial dos empreendedores. Na cidade, foram lançados 18 empreendimentos que abrigarão 2.302 unidades, numa área total de 267.487 metros quadrados. Entre as três cidades, Santo André foi a que apresentou o menor valor médio do metro quadrado lançado: R$ 2.322. GUARULHOSCom 19 empreendimentos lançados, o município de Guarulhos, a leste de São Paulo, registrou um forte crescimento. No total, foram 3.454 unidades lançadas, numa área de 559.174 metros quadrados. O preço médio do metro quadrado no ano foi de R$ 2.420.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.