coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

São Paulo tem a maior deflação mensal desde agosto de 1998

O custo de vida na cidade de São Paulo apresentou a maior deflação desde agosto de 1998. De acordo com o Dieese, o Índice de Custo de Vida (ICV) fechou o mês de maio com queda de 0,37%. Em agosto de 1998, havia recuado 0,89%. Em doze meses, o ICV acumula alta de 2,47%, a menor variação registrada em sete anos, desde janeiro de 1999 (1,18%).Os responsáveis pela deflação no mês passado foram os gastos com alimentação, que recuaram 0,72% no período e transportes (-2,72%). O destaque de baixa foi álcool. Por causa da maior oferta devido à safra de cana-de-açúcar, os preços do combustível caíram 18,78% em maio e contribuíram com variação de 0,42 ponto porcentual para a queda do ICV. Nas contas da coordenadora do ICV do Dieese, Cornélia Nogueira Porto, sem a contribuição do álcool, o indicador teria encerrado maio com variação positiva de 0,05%.Para este mês, a economista prevê estabilidade para ICV e calcula que a inflação no ano ficará abaixo de 4%. "Talvez seja o caso de revisar a previsão anual", diz Cornélia. Ela pondera, no entanto, que para isso é necessário esperar o comportamento do índice em julho, que deve sofrer o impacto do reajuste das tarifas.Inflação por faixa de rendaAlém do índice geral, o Dieese também a inflação por estratos de renda das famílias paulistanas. Para o estrato 1, que corresponde à estrutura de gastos de 1/3 das famílias mais pobres (renda média = R$ 377,49), a taxa de maio ficou em -0,30%.Para as famílias com nível intermediário de rendimentos, incluídas no estrato 2 (renda média = R$ 934,17), foi apurada a taxa mais baixa do mês, de -0,48%. Finalmente, entre as famílias de maior poder aquisitivo (renda média = R$ 2.792,90), que compõem o estrato 3 , a variação ficou em -0,34%.

Agencia Estado,

07 de junho de 2006 | 12h48

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.