São Paulo tem deflação de 0,32% até 7 de setembro

A cidade de São Paulo apresentou deflação menos intensa no âmbito do Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) de até 7 de setembro. A informação é da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que anunciou hoje os resultados regionais das sete capitais usadas para cálculo da taxa do IPC-S - cujo resultado completo foi divulgado ontem (-0,32%). Segundo a FGV, na cidade de São Paulo os preços caíram 0,32% no IPC-S de até 7 de setembro, ante queda de 0,48% no IPC-S anterior, de até 31 de agosto. Das sete capitais, quatro apresentaram deflação menos intensa, na passagem do IPC-S de até 31 de agosto para o indicador de até 7 de setembro. Além de São Paulo, é o caso de Belo Horizonte (de -0,37% para -0,29%); Recife (de -1,17% para -0,95%); e Rio de Janeiro (de -0,29% para -0,12%). As outras três registraram recuo de preços, e até mesmo intensificação do processo de deflação, como Brasília (de 0,23% para 0,19%); Porto Alegre (-0,39% para -0,56%); e Salvador (-0,37% para -0,40%).

Agencia Estado,

09 Setembro 2005 | 11h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.