Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

São Paulo tem inflação de 0,25% na 2ª prévia do mês

Alta dos alimentos é compensada por queda nos preços de Vestuário e índice tem leve aceleração

Reuters e Agência Estado,

17 de março de 2009 | 05h19

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da cidade de São Paulo teve apenas uma ligeira aceleração em meados de março, já que uma maior alta dos custos de alimentos foi contrabalançada por uma queda de vestuário.

 

Veja também:

linkEntenda os principais índices

 

O indicador subiu 0,25% na segunda quadrissemana do mês, seguindo a alta de 0,24% na primeira, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira. Os preços do grupo Alimentação subiram 0,43%, ante avanço de 0,14% na leitura anterior. Os de Vestuário declinaram 0,62% na segunda quadrissemana, contra queda de 0,44% na primeira.

 

Veja como ficaram os grupos que compõem o IPC:

 

Habitação: 0,26%

Alimentação: 0,43%

Transportes: 0,24%

Despesas Pessoais: 0,41%

Saúde: 0,16%

Vestuário: -0,62%

Educação: 0,11%

 

O IPC mede a variação dos preços no município de São Paulo de famílias com renda até 20 salários mínimos.

Tudo o que sabemos sobre:
InflaçãoIPC-Fipe

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.