Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Saque imediato do FGTS emperra acesso a seguro-desemprego

Governo promete normalizar até 22 de janeiro de pedidos já realizados; já os benefícios solicitados a partir de segunda-feira, 20, serão liberados automaticamente

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2020 | 22h27

BRASÍLIA - O acesso dos trabalhadores ao saque imediato de parte do seu FGTS acabou emperrando pedidos de seguro-desemprego, que foram negados de forma equivocada pelo governo. A Secretaria Especial de Previdência e Trabalho informou nesta quinta-feira, 16, que todas as solicitações serão reprocessadas e liberadas até a próxima quarta-feira, 22.

Já os benefícios solicitados a partir de segunda-feira, 20, serão liberados automaticamente.

Segundo a pasta, no momento da concessão do seguro-desemprego é feita uma série de conferências em base de dados para evitar fraudes ou concessões indevidas a quem não tem direito ao benefício. Uma dessas checagens é focada nos registros do FGTS, onde deve constar “demissão sem justa causa” como última informação.

O problema é que, com o saque imediato do FGTS, “o fluxo de registros no sistema foi alterado”, informou a Secretaria. A opção do saque tem aparecido como última informação, o que leva o sistema a indicar pendências e dificultar o acesso ao benefício.

O saque imediato permitiu aos trabalhadores retirar R$ 500 de cada uma de suas contas no FGTS (ou até R$ 998 no caso de o saldo total não ultrapassar o piso nacional de 2019).

“Os relatos de trabalhadores sobre divergências entre o saque imediato do FGTS e a concessão do benefício começaram a chegar na segunda quinzena de dezembro. Após a detecção do problema, Ministério da Economia e Caixa Econômica Federal iniciaram processos corretivos nos seus sistemas para solucionar a questão”, informou a Secretaria.

Segundo a pasta, os trabalhadores que apresentaram recurso administrativo após a negativa do benefício terão os recursos liberados no momento do reprocessamento do pedido ou da análise do recurso – o que ocorrer primeiro. Já quem não contestou a negativa terá a liberação automática no prazo estipulado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.