Marcos Santos/USP Imagens
Marcos Santos/USP Imagens

Saques da caderneta de poupança superaram depósitos em R$ 708 milhões em fevereiro

Apesar de negativo, resultado foi o melhor para o mês desde 2014

Fernando Nakagawa, O Estado de S.Paulo

06 Março 2018 | 15h52

As cadernetas de poupança encerraram o mês de fevereiro com mais saques do que depósitos, montante negativo de R$ 708,116 milhões, informou, nesta terça-feira, 06, o Banco Central. Este é o segundo mês consecutivo em que as contas perderam recursos.

Apesar de negativo, o resultado foi o melhor para meses de fevereiro desde 2014, quando houve depósitos líquidos de R$ 1,859 bilhão. Desde então, todos os meses de fevereiro terminaram com resultado negativo, sendo que a pior cifra ocorreu em 2016, quando as contas perderam R$ 6,638 bilhões. Em fevereiro do ano passado, houve saques líquidos de R$ 1,670 bilhão.

+ Dá para viver de renda com fundos imobiliários? Veja estes dados

Os últimos dias úteis do mês, quando geralmente o volume de depósitos sobe em função do pagamento de salários, foram os destaques. Em 28 de fevereiro, as contas terminaram com saldo líquido positivo de R$ 3,497 bilhões.

De acordo com o BC, o total de aplicações na poupança em novembro foi de R$ 158,7 bilhões, enquanto os saques somaram R$ 159,408 bilhões. O estoque do investimento na poupança está em R$ 724,547 bilhões, já considerando os rendimentos de R$ 2,891 bilhões no mês passado.

+ Valor da cesta básica cai em 13 de 20 capitais em fevereiro, segundo Dieese

No acumulado de 2018 até fevereiro, a poupança registra saques líquidos de R$ 5,909 bilhões. Em igual período de 2017, as contas registraram saque líquido de R$ 12,405 bilhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.