Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Sarkozy critica posição sobre juros do BCE em crise de crédito

O presidente francês, Nicolas Sarkozy,retomou sua campanha para uma taxa de juros menor na zona doeuro, ao fazer sutis críticas à forma como o Banco CentralEuropeu (BCE) lidou com a atual crise de crédito. Em entrevista ao jornal Le Monde, publicada neste sábado,Sarkozy pediu um diálogo verdadeiro com o BCE sobre as taxas dejuros agora que o euro passa por recordes de altas. Ele afirmoutambém ter ficado surpreso pela maneira como o Banco Centralatuou seguindo-se à crise de empréstimos de alto risco(subprime) nos Estados Unidos. "Achei curioso (que o BCE) injetou fundos sem reduzir astaxas", disse. "Criamos facilidades para os especuladores,complicamos o trabalho das empresas." O presidente disse que continuará seus "ataques" contra omodo como a Europa lida com questões financeiras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.