Sarkozy diz que sistema monetário não funciona mais

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, alertou ontem, na Suíça, que o sistema monetário internacional "não funciona mais". Para ele, a instabilidade das moedas ameaça a recuperação da economia mundial. Ele anunciou que, ao presidir o G-20 em 2011, irá insistir para que os principais países coordenem suas ações para garantir uma reforma do sistema financeiro internacional e uma estabilidade monetária.

JAMIL CHADE, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2010 | 00h00

Sarkozy assume em novembro a presidência do G-20. "Será que vamos continuar a nos acusar, a denunciar atitudes unilaterais enquanto não somos capazes nem mesmo de definir um sistema multilateral?", questionou. "Ou sairemos dessa crise todos juntos ou todos fracassaremos juntos", disse. Sarkozy prometeu impulsionar uma reforma internacional, já que "o sistema monetário não funciona mais". "Quem é que duvida hoje que a instabilidade das moedas coloca uma ameaça forte ao crescimento da economia?" questionou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.