Sarkozy quer contenção de imposto sobre combustíveis

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou que irá pedir aos parceiros da União Européia para segurar o imposto sobre valor agregado (VAT, na sigla em inglês) sobre combustíveis, para contrabalançar aumentos adicionais nos preços do petróleo. "O preço do barril continua subindo", disse Sarkozy em entrevista à rádio RTL. "Vamos fazer o VAT aumentar na mesma medida? Eu proponho que seja estabilizado", acrescentou."Se o petróleo continuar a subir, nós não deveríamos segurar o imposto sobre valor agregado sobre o preço do petróleo?", questionou Sarkozy. "Segurar significa que o VAT não seria aplicado após um certo nível", disse o presidente francês, sem mais explicações.Assim como outros países europeus, os preços da gasolina atingiram nível recorde de alta na França, conforme o petróleo subiu para mais de US$ 135 por barril. As taxas do VAT sobre combustível e outros produtos devem ser de pelo menos 15% em todos os países membros da UE, e uma mudança na regulamentação atual exige acordo unânime entre os países. Um porta-voz da presidência disse que ainda não há planos claros sobre como a França abordará a questão com os parceiros da UE. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.