Sarkozy: trabalhadores deveriam receber 1/3 dos lucros

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou que um terço dos lucros de uma empresa deveriam ficar para seus funcionários, outro terço para investimentos e o outro terço para os acionistas. "Um sistema no qual um terço dos lucros de uma empresa iria para os acionistas, um terço para os funcionários e um terço para investimentos é um sistema que teria uma certa coerência e lógica. Aqueles que pensam que isso é demais deveriam dizer que é demais e, acima de tudo, por quê", disse Sarkozy a parlamentares. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.