Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

SC retoma mercado para suínos

O governo russo deve voltar a importar nas próximas semanas carne suína in natura de Santa Catarina. A retomada das compras estaria na dependência de o Ministério da Agricultura brasileiro enviar para as autoridades russas uma relação das empresas catarinenses que estariam em condições de atender às exigências sanitárias. "Aparentemente está tudo acertado. Falta apenas o governo brasileiro enviar as informações necessárias", diz Pedro de Camargo Neto, presidente da Associação Brasileira das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Carne Suína (Abipecs).A Rússia deixou de importar carne suína de Santa Catarina em 2005, após os casos de febre aftosa em Mato Grosso do Sul e Paraná. Superado o problema, os russos voltaram a importar do Brasil, mas deixaram de fora o Estado, único reconhecido pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livre de aftosa sem vacinação. ''A volta das importações deixa nossos produtores em pé de igualdade com os demais Estados. A partir de agora teremos pelo menos a chance de tentar acessar aquele mercado'', afirma José Zeferino Pedroso, presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc).O último ano em que Santa Catarina exportou para a Rússia foi em 2005 e chegou a 250 mil toneladas, enquanto as exportações do País totalizavam 400 mil toneladas. Apesar da possibilidade aberta para Santa Catarina, o presidente da Abipecs não acredita em um aumento no volume da exportação brasileira para aquele mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.