Schäuble descarta aumento de impostos na Alemanha

O ministro das Finanças da Alemanha, Wolfgang Schäuble, disse que os impostos não serão elevados no país, de acordo com uma reportagem do jornal alemão Bild, desenhando uma linha vermelha antes de possíveis negociações sobre uma coalizão do governo.

Agencia Estado

29 de setembro de 2013 | 13h57

"Não há nenhuma razão para elevar as taxas. Por isso, continua válido o que eu disse antes da eleição: Nenhum aumento de impostos", disse Schäuble em comentários para a edição do jornal que será publicada na segunda-feira.

O Partido social-democrata (SPD) e os Verdes querem elevar os impostos para as pessoas que possuem renda mais alta, o que poderá desencadear um conflito nas negociações com a União Democrata Cristã (CDU), partido de Schäuble e da chanceler Angela Merkel. Os democratas-cristãos e o Partido irmão União Social-Cristã (CSU), da Baviera, venceram as eleições parlamentares há uma semana, mas não conseguiram obter maioria absoluta de cadeiras e agora procuram um parceiro para formar uma coalizão.

O líder da CDU, Horst Seehofer, prometeu, em uma entrevista publicada neste domingo pelo jornal alemão Sonntag, que os impostos não serão elevados. "Aumentos de impostos estão fora de questão para o meu partido", afirmou Seehofer, segundo o jornal. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
AlemanhaSchäubleImpostos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.