Schincariol compra cervejaria Eisenbahn, de Blumenau

A Schincariol anunciou hoje a compra da cervejaria Eisenbahn, de Blumenau (SC), especializada em cervejas premium. A companhia não divulgou o valor da operação, mas disse que o negócio foi financiado com recursos próprios. Segundo o presidente da companhia, Fernando Terni, o principal objetivo da aquisição é ampliar a participação da Schincariol no segmento de marcas premium de cervejas, que ainda representam 2% do mercado nacional. "O foco da compra está no portfólio e não no volume", disse, em teleconferência. Segundo ele, "é importante participar deste segmento porque ele cresce de 20% a 30% ao ano". Hoje a Schincariol produz 4 bilhões de litros de bebidas por ano. Sua receita líquida atingiu R$ 2,6 bilhões no ano passado. Já a Eisenbahn deve faturar R$ 20 milhões este ano. A capacidade produtiva da empresa e sua participação de mercado não foram reveladas.A Eisenbahn é uma empresa familiar, com uma fábrica em Blumenau (SC) e um centro de distribuição em São Paulo. Seus produtos são distribuídos no Sul, Sudeste e em outros Estados, como Ceará, Goiás, além do Distrito Federal. A partir de 2009, a Schincariol pretende investir mais pesadamente na expansão da distribuição da marca Eisenbahn para todo o País. "Ainda estamos fazendo este planejamento", disse Terni. AquisiçõesA compra anunciada hoje faz parte de uma estratégia iniciada pela Schincariol no ano passado. Em janeiro, a empresa comprou a Baden Baden, de Campos do Jordão (SP); em julho, comprou a pernambucana Nobel e em agosto a Devassa, do Rio de Janeiro. "Continuamos atentos a oportunidades de compra. Nosso objetivo é ser a segunda maior fabricante de bebidas do País em dois anos", disse o presidente da empresa. Atualmente, a empresa ocupa a terceira colocação.No ano passado, a Schincariol investiu R$ 1 bilhão, dos quais R$ 600 milhões foram aplicados na compra de ativos e marcas. Este ano, a previsão é investir mais R$ 1 bilhão. A companhia não detalhou quanto deste montante será destinado a aquisições. Mercado externoA Schincariol pretende expandir a atuação da recém-adquirida Eisenbahn no mercado externo. Atualmente, a empresa exporta cervejas premium para os Estados Unidos, Austrália e Uruguai, e está negociando novos contratos na Inglaterra, na Alemanha e no Japão. "Temos planos de ampliar o foco nas exportações, especialmente nos Estados Unidos", disse o presidente da empresa.Segundo Terni, o mercado americano conta com 1,5 mil cervejarias artesanais, mas ainda há espaço para novos competidores porque o mercado cresce 11% ao ano. "É um mercado muito grande que já existe há 25 anos", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.