finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Schincariol planeja investir R$ 1 bilhão no ano que vem

Os executivos que assumiram a direção da Cervejaria Schincariol - quase todos os postos de direção, antes ocupados pela família que dá nome à empresa, foram trocados a partir de fevereiro deste ano - falaram ontem pela primeira vez depois da Operação Cevada, em que a empresa foi acusada de sonegação fiscal. Além de apresentar um forte aumento nas vendas, puxado pelo crescimento do mercado nas regiões Norte e Nordeste, a Schin anunciou um plano agressivo de investimentos. Dona das marcas de cerveja Nova Schin, Devassa, Baden Baden, além de refrigerantes, sucos e água, a Schin vai fechar o ano com faturamento de R$ 4,5 bilhões, cerca de 20% maior que o do ano anterior, e com caixa para investir R$ 1 bilhão no aumento de sua capacidade produtiva. O crescimento virá principalmente de compras de empresas ou de construção de novas fábricas. No horizonte imediato, a Schin vai inaugurar sua 13ª unidade no Ceará, no primeiro trimestre do próximo ano, com capacidade para produzir 2 bilhões de litros de cerveja. No curto prazo, a empresa ainda tem planos para comprar ou construir mais uma fábrica no Centro-Oeste. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

30 de novembro de 2007 | 08h16

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.