Schroeder reclama de tarifa à importação de aço

O chanceler alemão Gerhard Schroeder se queixou ao presidente norte-americano, George W. Bush, dos planos dos EUA de imporem tarifas sobre as importações de aço e chamou a atitude de "um sinal errado para o êxito da continuidade da liberalização do livre comércio".Em carta enviada ao presidente na terça-feira - portanto antes da decisão dos EUA -, Schroeder expressou preocupação em relação ao impacto da imposição das tarifas, disse um comunicado do governo alemão. Schroeder chamou atenção para a responsabilidade dos EUA e da Alemanha no comércio mundial atual segundo o comunicado. Ontem, o ministro da Economia da Alemanha, Werner Mueller, disse que havia lido "com um certo grau de insatisfação" os planos dos EUA de taxarem as importações de aço.

Agencia Estado,

06 de março de 2002 | 14h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.