coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Seca deve reduzir produtividade da cana no ano que vem

A estiagem que atinge as regiões produtoras do Centro-Sul por mais de 60 dias vai afetar a produtividade da safra de cana-de-açúcar a ser colhida em 2008/09, a partir de abril do ano que vem. Segundo o diretor técnico da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica), Antonio de Padua Rodrigues, a produtividade deve ser reduzida em 5%. Isso representa um volume de cana entre 10 e 12 milhões de toneladas."Esse número pode aumentar se a seca se prolongar por mais tempo", disse ele. Padua também ressaltou que esta produtividade pode ser afetada pela redução do uso de insumos e defensivos, que começa a ser registrada e que é provocada pela queda dos preços tanto do açúcar quanto do álcool. Essa queda de preço está sendo maximizada pela valorização do real ante o dólar.De acordo com a contabilidade da Unica, na atual safra os preços do açúcar recuaram 35,24% em reais e 27,64%, em dólares. Já os preços do álcool recuaram 27,25% em reais e 18,49% em dólares. A Unica acredita que até o final da safra 2007/08 o volume de cana a ser colhido deve ficar em 415 milhões de toneladas. A produção de açúcar no Centro-Sul deve ficar em 21,1 milhões de toneladas, sendo este volume inferior em até 700 mil toneladas ao produzido na safra passada. Já a produção de álcool deve ficar em 18,8 bilhões de litros, o que supera em 2,7 bi de litros a safra passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.