Secovi-SP: crescimento do setor será próximo ao do PIB

O crescimento do mercado imobiliário deve, a partir deste ano, ser bem próximo à expansão da economia. Para o presidente do Sindicato de Habitação de São Paulo (Secovi-SP), Claudio Bernardes, em 2012 o volume de vendas será entre 3,5% e 4% maior do que o registrado em 2011. "E essa é uma tendência. Cada vez mais a variação do mercado ficará próxima do desempenho do PIB (Produto Interno Bruto)", disse a jornalistas no prêmio Top Imobiliário, promovido pelo Grupo Estado.

ROBERTA SCRIVANO, Agencia Estado

28 de março de 2012 | 21h24

Ele salientou que o forte ritmo de crescimento dos últimos cinco anos não é sustentável. "É óbvio que uma acomodação ocorrerá", frisou. Quando questionado sobre o preço das unidades foi enfático: "Não há espaço para novas altas. Mas também não há para quedas".

Com o aumento mais ameno no preço, o ativo também não será mais tão atrativo como investimento. "É uma aplicação segura e continuará sendo. Mas certamente a alta no preço não atingirá os níveis que atingiu", ponderou Bernardes. "Ainda assim continuará vantajoso", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
Top ImobiliárioSecoviexpansão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.