Secovi-SP: queda de 0,3% nos aluguéis em SP

Pesquisa mensal de valores de locação residencial realizada pelo Sindicato das Empresas de Compra, Venda e Locação de Imóveis do Estado de São Paulo (Secovi-SP) sobre o comportamento do mercado de locação, realizado em agosto de 2001, registrou queda de 0,3% nos preços dos aluguéis em São Paulo em relação a julho deste ano. Os dados que compõem a pesquisa foram coletados em uma amostra de 150 empresas que operam na Capital paulista. Nos últimos 12 meses, O Secovi-SP calcula uma alta acumulada de cerca de 5,5%. O tipo de imóvel que apresentou maior redução foi de 2 dormitórios, com queda de 0,4%. As unidades de 1 e 3 quartos apresentaram estabilidade em relação a julho. Quanto à conservação dos imóveis alugados, cerca de 80% foi considerado em ótimo ou em bom estado. De modo geral, a pesquisa revelou que os apartamentos locados encontram-se com melhor conservação do que as casas.Em termos regionais, ocorreu crescimento na oferta de imóveis para locação nas imobiliárias nas Zonas Norte, Sul e Leste, verificando-se queda na Oeste e no Centro. O Secovi-SP também calcula periodicamente o Índice de Velocidade de Locação (IVL), tempo que um imóvel fica vago até ser alugado. O índice geral do final do primeiro semestre foi de 41 dias.

Agencia Estado,

11 de setembro de 2001 | 16h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.