finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Secretária de Comércio dos EUA minimiza paralisação

A secretária de Comércio dos EUA, Penny Pritzker, disse nesta sexta-feira que a paralisação parcial do governo não vai impedir que os investimentos estrangeiros entrem nos EUA. Pritzker também afirmou que espera que o impasse sobre um acordo orçamentário seja de curta duração.

AE, Agencia Estado

11 de outubro de 2013 | 08h09

Falando a jornalistas à margem de uma reunião de cúpula empresarial em Kuala Lumpur, Pritzker afirmou que estrangeiros que estão analisando investimentos na maior economia do mundo devem compreender a situação atual. Ela destacou que os benefícios decorrentes da oferta abundante e o baixo custo de energia, a alta produtividade, a forte legislação trabalhista, a proteção da propriedade intelectual e as pesquisas no país devem levar investimentos futuros para os EUA

"Eu acho que a maioria dos investidores que estão pensando em nós são sofisticados e percebem que esta é uma situação temporária, que vai se resolver", disse ela .

Democratas e republicanos em Washington iniciaram negociações do Orçamento na quinta-feira e relataram o primeiro avanço significativo em direção a um compromisso sobre o limite da dívida desde que partes do governo dos EUA foram fechadas em 1º de outubro. A paralisação parcial ocorreu depois que o país atingiu o seu limite de endividamento federal. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAparalisaçãoinvestimentos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.