Secretária de Cultura é presa por fraudar INSS

A Polícia Federal prendeu, na tarde desta segunda-feira, Cristhina Maria Gomes, secretária de Cultura de Piaçabuçu, a 180 km de Maceió. Ela foi flagrada quando sacava benefício previdenciário em nome de João Batista Santos, cuja a documentação foi fraudada. Santos está vivo e prestou depoimento à Polícia Federal, servindo de testemunha contra a acusada.Na residência e no local de trabalho de Cristhina foram apreendidas mais de 100 documentos, entre carteiras de trabalho, títulos de eleitores e CPFs, além de certidões de nascimentos, casamentos e óbitos. A documentação ainda será analisada , mas a secretária já confessou que fraudava a Previdência há mais de um ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.