André Dusek/Estadão
André Dusek/Estadão

Secretaria de Política Econômica terá cinco subsecretarias

Ligada ao Ministério da Economia, a secretaria terá divisões para política macroeconômica, microeconômica, fiscal, agrícola e ambiental, além de uma subsecretaria de direito econômico

Idiana Tomazelli, O Estado de S.Paulo

08 de janeiro de 2019 | 17h10

BRASÍLIA - A Secretaria de Política Econômica (SPE) terá cinco subsecretarias, que ficarão ligadas ao órgão comandado por Adolfo Sachsida, pesquisador do Ipea. As divisões terão foco em política macroeconômica, microeconômica, fiscal, agrícola e ambiental, além de uma subsecretaria de direito econômico, criada na atual gestão.

A SPE está ligada ao Ministério da Economia de Paulo Guedes. Titular da secretaria, Sachsida é advogado com doutorado em Economia pela Universidade de Brasília. É técnico de Planejamento e Pesquisa do Ipea e autor de vários livros sobre política econômica, política monetária, política fiscal, avaliação de políticas públicas, e tributação.

Ele elegeu como subsecretários o economista e professor da FGV Vladimir Kuhl Teles (Política Macroeconômica), o economista e pesquisador do Ipea Marco Antônio Freitas de Hollanda Cavalcanti (Política Fiscal), o ex-secretário-adjunto da SPE e ex-presidente do Conselho de Administração da Caixa Rogério Boueri (Política Agrícola e Ambiental), o ex-subsecretário de Acompanhamento Fiscal e Loterias Pedro Calhman de Miranda (Política Microeconômica) e o consultor do Senado na área de sistema financeiro e dívida Marcos Köhler (Direito Econômico).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.