Secretaria do Rio nega transferência de Cacciola para Bangu 8

Ao contrário do que informaram advogados, ex-banqueiro ficará no Ary Franco pelo menos até esta sexta-feira

Adriana Chiarini, da AE, e Alberto Komatsu, de O Estado de S. Paulo,

17 de julho de 2008 | 18h25

O ex-banqueiro Salvatore Cacciola permanecerá no presídio Ary Franco, para presos comuns, na zona norte do Rio, segundo nota de esclarecimento da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap). O advogado Guilherme Eluf, que representa o ex-banqueiro Salvatore Cacciola, confirmou a informação. De acordo com ele, a Secretaria de Administração Penitenciária deferiu o pedido de transferência de Cacciola, mas não havia cela individual disponível no Presídio de Bangu 8.   Veja também: No Rio, Cacciola almoça cardápio da diretoria do presídio Cacciola não estava tecnicamente foragido, diz ministro do STF Cacciola será transferido para cela especial em Bangu 8 Depois de chegar ao Brasil, Cacciola afirma que nunca foi um foragido  Após extradição, Cacciola chega ao País e vai a presídio no Rio 'Não sou um foragido e confio na Justiça brasileira', diz Cacciola Após extradição, Cacciola diz que errou ao ir para Mônaco Entenda o caso do ex-banqueiro Salvatore Cacciola   Ele afirmou que a Polícia está aguardando a transferência de dois detentos que deveria ter sido realizada nesta quinta para Rondônia, mas não havia vôo de carreira disponível. Segundo Eluf, a transferência de Cacciola deve ocorrer nesta sexta-feira. Eluf informou, no entanto, que não foi ajuizado nenhum recurso para tentar realizar a transferência do ex-banqueiro para o presídio Bangu 8, na zona oeste da cidade.   O subsecretário adjunto da Secretaria, Francisco Spargoli, confirmou à Agência Estado que tinha dito aos advogados não ver problema na transferência já que Cacciola tem curso superior. "O secretário (Cesar Rubens Monteiro de Carvalho) achou por bem esperar decisão judicial para fazer a transferência", esclareceu Spargoli.   Na nota, a Secretaria informa que "em contato realizado pelo Gabinete da Seap em consulta à Vara de Execuções Penais (VEP), o órgão também não recebeu qualquer petição ou documentação que provocasse a avaliação da possibilidade desta transferência".   Segundo a nota, "de acordo com o secretário, Salvatore Cacciola permanecerá no Ary Franco, até que a Justiça, único órgão que possui esta autonomia, determine a transferência do interno supracitado".     No início da tarde, os advogados do ex-banqueiro, Carlos Ely Eluf, Guilherme Eluf e Alan Bousso saíram de encontro com o subsecretário adjunto da Seap coronel Francisco Spargoli, na Seap, informando que Cacciola seria transferido para a penitenciária de Bangu 8, na zona oeste, por ter direito a ficar em cela especial por ter curso superior. O banqueiro é economista.   Spargoli havia dito que Cacciola deverá dormir em uma cela comum, onde em média ficam 14 detentos. Já outro advogado de Cacciola, Alan Bousso, afirmou que o ex-banqueiro deverá passar a noite em uma sala administrativa.

Tudo o que sabemos sobre:
Salvatore CacciolaExtradição

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.